Dica de Leitura #4: Guia do Mochileiro das Galáxias


Faz tempo que não dou uma dica de leitura por aqui, por isso decidi voltar a recomendar livros em alto nível.

Histórico

Decidi falar sobre a série Guia do Mochileiro das Galáxias após ler o sexto livro dessa trilogia de cinco livros (não estou maluco, o autor costumava chamar a série dessa maneira). Os cinco primeiros livros foram escritos por Douglas Adams, escritor e comediante inglês que também foi conhecido por ter sido roteirista do tradicional programa humorístico britânico Monty Python. Já o sexto foi escrito por Eoin Colfer (da franquia Artemis Fowl), a pedido da família de Adams, já falecido, como uma forma de homenagear o autor original.

A história foi publicada originalmente na forma de programas de rádio na BBC de Londres em março de 1978 com uma temporada de 6 episódios. Com o sucesso do programa de rádio, ele foi convencido a adaptar a série para a literatura, com o lançamento do primeiro livro ocorrendo em 1979.

O autor

Douglas Adams nasceu em Cambridge no ano de 1952, começando sua carreira na década de 70, quando viajou como mochileiro pela Europa. Além de ter escrito essa série de livros, escreveu também outros livros da série Dirk Gently, que devem ser lançados em breve no Brasil, e foi roteirista de alguns episódios das séries Monty Python e Doctor Who.

Enredo

Os livros contam a história de um simples inglês, Arthur Dent, que, por acaso, consegue escapar da “demolição” da terra por ter feito amizade com um alienígena chamado Ford Prefect. A partir de então, os livros contam as aventuras do personagem (e de vários outros que não vou citar para não estragar a surpresa) ao redor do Universo. A história se desenrola com situações cômicas e completamente absurdas que servem como uma verdadeira crítica a nossa sociedade atual. Na verdade, o Universo retratado é uma extrapolação da raça humana em uma escala gigante. É até difícil explicar o quanto os livros são bons e divertidos, só lendo mesmo para entender. Por isso coloco abaixo a descrição do Guia do Mochileiro das Galáxias com a leitura dramática do grande dublador Guilherme Briggs retirado do Nerdcast 209 e um trecho sobre a importância das toalhas transcrito do livro:

O Guia do Mochileiro das Galáxias faz algumas afirmações a respeito das toalhas. Segundo ele, a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido ao seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kabrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você – estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc., etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está a sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.

Lista de livros

  1. O guia do mochileiro das galáxias;
  2. O restaurante no fim do universo;
  3. A vida, o universo e tudo o mais;
  4. Até mais e obrigado pelos peixes;
  5. Praticamente inofensiva;
  6. E tem outra coisa (escrito por Eoin Colfer);

Filme

Em 2005 foi lançado um filme contando a história dos livros que, apesar de não ser tão bom quanto os livros (o que é quase um padrão para adaptações de livros), é bem divertido também. O filme foi dirigido por Garth Jennings, que só dirigiu outro filme chamado O Filho de Rambow, e tem como protagonistas Martin Freeman (o Bilbo Bolseiro de Hobbit), Mos Def (16 Quadras / Rebobine por Favor), Sam Rockwell (À Espera de um milagre / Homem de Ferro 2) e Zoey Deschanel ((500) dias com ela / Sim Senhor / New Girl). Além disso possui participações menores de John Malkovich, Helen Mirren e Stephen Fry.

Para saber mais

Se você quiser saber mais sobre o Guia do Mochileiro das Galáxias antes de começar a ler, recomendo os seguintes links, principalmente o Nerdcast:

Conclusão

Vale muito a pena dar uma chance para a série, os livros são realmente excelentes.

Anúncios

Tags:, , , , , , , ,

About Rafael Leite

Sou um cara que gosta muito de tecnologia, esportes, política e de ler um bom livro.

3 responses to “Dica de Leitura #4: Guia do Mochileiro das Galáxias”

  1. Raquel Moritz says :

    Ô, vem cá, já que tu gostou do Guia, ouve esse cast aqui do Homo Literatus, tem só 40 minutinhos: http://homoliteratus.com/30min-42-o-guia-mochileiro-das-galaxias/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: